10 dicas para organizar sua festa de aniversario sem stress

Organizar uma festa por conta própria para crianças pequenas pode acabar dando um trabalhão e virar um grande estresse. Tem gente que, por causa disso, opta por fazer em bufês, onde todos os detalhes já são pensados e basta só chegar lá na hora certa e pagar (bastante!).

Agora, se você é da turma que tem tempo e disposição para fazer você mesma a comemoração de aniversário do filho e só quer planejar tudo direitinho, oferecemos 10 ideias para economizar tempo, dinheiro e dor de cabeça.

1 – Fique por perto

Faça a festa no salão do seu próprio prédio ou em sua casa para facilitar o leva e traz de coisas, que será intenso.

Já pensou quantas vezes você não vai precisar entrar no carro para levar mantimentos, decoração e utensílios se resolver fazer a comemoração no quintal da casa da sua mãe ou no lindo salão da comadre?

2 – Enxugue a lista de convidados

É natural achar que você tem que convidar Deus e o mundo para o aniversário do seu filho como forma de retribuição por tanto carinho e convites no passado. Porém, a realidade é que quanto maior o número de convidados mais cara a festa vai ficar.

Para evitar perder a conta, delimite uma quantidade de pessoas logo no começo do seu planejamento e não ultrapasse essa linha. Considere que é uma festa de crianças, então convide mesmo só quem vai se entreter por três ou quatro horas em um ambiente de muita gritaria e confusão.

3 – Ofereça petiscos fáceis de preparar

Comida é uma das partes mais importantes da festa, o que não quer dizer que você precisa oferecer uma refeição completa para seus convidados.
Lembre-se de que é uma comemoração de crianças, então concentre o menu no que elas podem comer, como palitos de cenoura, quadradinhos de queijo, ovos de codorna e sucos, por exemplo.

4- Diversão clássica

Não pense que teatrinho, show de mágica ou número musical com personagens dos filmes vão prender mais a atenção das crianças do que as boas e velhas brincadeiras de roda, seu mestre mandou, caça ao tesouro ou esconde-esconde.

Desde que haja algum adulto disposto a organizar os pequenos e a guiá-los na brincadeira, eles certamente vão se divertir até mais se tiverem a chance de correr bastante e interagir entre si.

5 – “Contrate” alguém da família

Se você não gosta muito de aparecer ou tem pouca paciência para entreter muitas crianças ao mesmo tempo, quem sabe entre seus familiares e conhecidos não exista alguém que adore fazer palhaçadas?

Será que um de seus conhecidos não é bom malabarista ou tem mão firme para fazer tatuagens falsas e pinturas nos rostinhos das crianças?
Outra opção é pensar no personagem que seu filho mais ama, comprar ou alugar a fantasia e pedir para um adulto da família aparecer todo vestido a caráter no meio da festa. Já pensou que surpresa gostosa?

6 – Mande os convites por e-mail ou rede social

Convites de papel custam caro e levam mais tempo para ser individualmente endereçados. Em vez disso, opte por um convite virtual, escolhendo entre os inúmeros fundos e fotos gratuitamente disponíveis na Internet ou compondo seu próprio texto e imagem.

7 – Invista em utensílios coloridos

Imagine só quantas festas ainda estão por vir? Diante disso, o melhor é comprar pratos, copos e utensílios descartáveis em quantidade maior, direto de distribuidores ou lojas especializadas em festas, em vez de supermercados ou lojinhas de bairro.

Se você comprar material todo colorido, e não de personagens específicos, poderá fazer diferentes combinações ao longo dos anos e alongar bastante a vida dos produtos.

8 – Monte lembrancinhas úteis

Uma das maiores fontes de desperdício de dinheiro nas festas são aquelas lembrancinhas de brinquedos baratos e praticamente descartáveis.

Tente algo diferente. Você pode, por exemplo, comprar caixas grandes de lápis de cor, giz de cera, tinta para pintar com os dedos, adesivos, carimbos e papel, e depois dividir tudo em saquinhos menores para montar um kit de arte para cada criança.

Veja algumas outras ideias de lembrancinhas em uma lista preparada pelo BabyCenter.

9 – Encomende pela boca a boca

Se você trabalha, não tem tempo ou não gosta de fazer os comes, faça uma boa pesquisa entre suas amigas e conhecidas para descobrir alguns nomes de pessoas que aceitem encomendas para festas, tenham preço justo e ótima qualidade de ingredientes.

Você não precisa se prender a um profissional só para tudo, dos salgadinhos ao bolo e doces, mas leve em conta que costuma sair mais barato negociar vários produtos com um fornecedor só.

10 – Faça a festa na escolinha

Crianças menores de 3 anos ainda não têm grande necessidade de mostrar seus brinquedos ou sua casa para os amigos, então por que não consultar a escola ou creche e fazer um bolinho por lá mesmo?

Ele vai adorar ser o centro das atenções entre os amiguinhos da mesma idade e da professora. Pergunte se pode levar o bolo, alguns docinhos, suco e balões para enfeitar. Sai bem mais barato do que convidar a família inteira.

E depois, no fim do dia, você pode esticar a comemoração para os mais íntimos na sua casa, com mais um bolinho e os parabéns juntinho da mamãe e do papai.